fertilizante_insumos_agricolas (Foto: Thinkstock)

(Foto: Thinkstock)

Misto de agtech e fintech, a startup LeveAgro lançou uma plataforma de comercialização de fertilizantes em tempo real. Segundo a assessoria, o produtor pode fazer on-line a cotação do produto, assinar o contrato e fechar a compra com um prazo de até 180 dias para pagamento. O objetivo é alcançar 5 mil clientes em um ano.

O CEO da startup, Eduardo Nunes, conta que a ideia da plataforma surgiu no ano passado, quando a digitalização foi acelerada pela pandemia e a equipe identificou a dificuldade dos pequenos e médios produtores para comprar insumos com bons preços.

“Trabalhando no setor de fertilizantes, com a NPK Soluções, que atendia clientes de porte corporativo, percebemos que todo o trabalho poderia ser agilizado pela plataforma, trazendo vantagens e redução de custos para todos os envolvidos”, destaca.

Para fazer a compra, o produtor deve fazer um cadastro, consultar gratuitamente e sem limite as cotações instantâneas de fertilizantes sólidos e terá, então, 30 minutos para efetivar a compra e assinar o contrato via e-CPF.

Além da análise de crédito do comprador usando tecnologia de big data, a plataforma faz o processo burocrático e de cartório e emite a CPR (Cédula do Produtor Rural). Outro benefício, segundo o CEO, é que podem ser feitas cotações futuras de até um ano, o que torna a plataforma um benchmark de preços de fertilizantes no Brasil.

A LeveAgro trabalha com mais de 180 fornecedores de fertilizantes nacionais e internacionais e se encarrega também da logística, otimizando os custos de  entregas por região.

“No site, o poder de compra do pequeno e médio produtor aumenta, pois nós compramos por ele. Também há a possibilidade de importarmos diretamente o insumo e, inclusive, vendermos com nossa marca, caso seja mais vantajoso para o negócio”, completa Nunes.

Fonte: Globo Rural